quinta-feira, 14 de abril de 2011

SOB O SOL


Caro leitor você deve lembrar que no dia 1 de outubro de 2001 entrava no horário nobre da rede globo a novela "O Clone" escrita por Glória Perez, uma excelente escritora, novela com uma abertura fantástica, um tema de abrangente discussão na época. Atualmente a rede Globo voltou a exibir no horário da tarde no Vale Apena Ver de Novo. Considerando essa novela e sua trama que acontece em Marrocos, com suas culturas, crenças e valores do Islã,  novamente me chamou a atenção a abertura da novela, comecei a ouvir sua trilha musica de abertura "Sob o Sol" eu nunca tinha parado para perceber quanta riqueza mística, filosófica tem a essa letra. Fazendo uma ponte com a telenovela atual, a mesma emissora está exibindo a novela "Morde e Assopra" uma novela que busca revelações do passado e as possibilidades do futuro. (no meu blog você encontrará um artigo sobre essa novela já publicado) Ambas as tramas nos remete ao ponto chave "A vida" os mistérios em que o ser humano não cansa jamais em querer desvendar. Nossa sede de entender o ser humano, descobrir sua criação, seus segredos. Mas a principio preste atenção na letra da música abaixo e assista o vídeo que está postado no final do texto.




SOB O SOL (Letra - Marcos Viana)


Sobre as nossas cabeças um sol 

Sobre as nossas cabeças a luz 

Sobre as nossas mãos a criação 

Sobretudo o que mais for o coração 

Luz da fé que guia os fiéis 

Pelo deserto sem água e sem pão 

Faz de pedras um rio brotar 

Faz do céu chover forte o maná 



Quebra o vaso de barro do teu coração 

Com o melhor vinho do teu amor 

Pois quer a lei que ele se perca no chão 

E floresça o deserto aos seus pés 



Regando as areias recriando o regato e as luzes do 

Éden das flores 

Na terra dos homens do circo dos anjos guardiões 

Implacáveis do céu 
Dançamos a dança da vida 
No palco do tempo teatro de Deus 
Árvores, sândalos, sonhos 
Os frutos da mente são meus e são teus 
Nossos segredos guardados 
enfim revelados nús sob o sol 
Segredos de Deus tão guardados 
enfim revelados nus sob o sol




Um comentário:

  1. Essa música é repleta de metáforas, não? Tanto é que se encaixou perfeitamente com a trama do Clone - principalmente o final, que diz "Nossos segredos guardados, enfim revelados, nús sob o sol". A ciência e a religião, novamente, lado a lado.

    A propósito, estou seguindo o seu blog.
    Me chamo Helenna Maeve - Além das Brumas.

    ResponderExcluir